>

Fenômeno raro, ‘Nuvem rolo’ assusta moradores do interior do Paraná

Arquivo Pessoal / Patrícia Adriely Vieira
Um fenômeno meteorológico raro, conhecido como ‘nuvem rolo’, assustou moradores de Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná, no fim da tarde dessa quinta-feira (16). A imagem, que mostra um grande cone, foi registrada por Patrícia Adriely Vieira e publicada em uma rede social.

A dona de casa, de 33 anos, conta que o tempo estava calmo, sem vento e muito quente no momento do registro. “Eu tava aqui no fundo de casa e eu vi o tempo se formando. Aí eu voltei para dentro de casa e voltei para fora umas 16h e vi a nuvem. Eu achei muito estranho porque o tempo tava normal, não tinha vento, tava bem quente”, relatou para reportagem do Paraná Portal.

Patricia conta que ficou com medo que o fenômeno pudesse se transformar em um tornado. “Eu fiquei com medo, porque eu pensei que era um tornado. Se chegasse a tocar no chão, poderia fazer estrago, porque era grande demais”, ressaltou.

Assustada, ela disse que ligou para familiares e depois fez a publicação no Facebook com o intuito de alertar os vizinhos e amigos da região sobre a ‘nuvem rolo’. “Eu entrei para dentro de casa e liguei para minha mãe, que mora a umas quadras da minha casa, para alertá-la. Aí eu postei no Face para os amigos ficarem de olho, mas graças a Deus, uns 10 minutos depois que se formou, a nuvem se desmanchou”, lembrou.

Segundo Patricia, embora a nuvem indicasse uma tempestade, ali na região onde ela estava apenas chuviscou. A moradora de Assis Chataubriand comentou que nunca viu algo parecido na cidade. “Igual ontem nunca vi nada parecido, pelo menos aqui na região não. Já vi registros em Toledo (município próximo) daqueles redemoinhos bem pequenos, mas esse de ontem era grande demais”, disse.

A ‘NUVEM ROLO’ PODERIA SE TRANSFORMAR EM UM TORNADO?
A resposta é sim! De acordo com o meteorologista do Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná) Samuel Braun, a ‘nuvem rolo’ é formada pela chamada linha de instabilidade, que é uma zona na qual uma série de tempestades estão dispostas de forma alinhada, como o próprio nome já diz, e pode desenvolver um tornado.

“Toda linha de instabilidade, em uma situação como ontem, quando se tem muito calor e uma frente fria envolvida no processo, dentro dela você pode ter eventos severos, inclusive o tornado. Não é que essa nuvem especificamente vai se tornar um tornado, mas dentro dela você pode ter a formação de algum fenômeno”, explicou.

Braun destaca que a nuvem pode, inclusive, formar mais de um tornado. “Dificilmente vai ter essa grande linha formando um tornado só. Você pode ter inclusive vários. A medida que ela vai avançando, chega em um local forma um tornadinho, ele traz algum estrago e perde força. Depois, lá na frente forma outro e assim vai”, informou.

Por sorte, segundo o meteorologista, o Paraná não tem muitas ocorrências desse fenômeno. “Aqui no Paraná, graças a Deus, os tornados não são tão frequentes. Normalmente quando eles atuam são em alguns pontos isolados”, disse.

O meteorologista explica que a chegada de uma frente fria com a variação brusca de temperatura pode ter ocasionado a ‘nuvem rolo’. “Ontem nós tínhamos uma forte instabilidade, uma frente fria vinda do oceano, muito calor no interior, provavelmente, não vou afirmar que houve outras nuvens neste formato, mas que nós tivemos várias situações de instabilidade nós tivemos. Normalmente é causada por variação de temperatura em regiões próximas”, completou.

©‎2020 MultiMidia Info

0 comentários:

Postar um comentário

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

Tecnologia do Blogger.