>

Pernambuco prorroga suspensão de aulas presenciais até 31 de agosto e libera serviço de mototaxistas

Apesar de autorizações, estado não vai avançar no Plano de Convivência com a Covid-19. Também foram liberados treinos de lutas, a partir da segunda (17).


O governo de Pernambuco vai manter suspensas as aulas presenciais da educação básica e do ensino superior até pelo menos o dia 31 de agosto, devido à pandemia do novo coronavírus. Nesta quinta-feira (13), o estado também anunciou a liberação do serviço de mototáxi, a partir do dia 17 (veja vídeo acima).

Durante entrevista coletiva concedida pelas redes sociais, secretários estaduais informaram, ainda, que nenhuma região do estado vai avançar no Plano de Convivência com a Covid-19. A decisão foi tomada pelo comitê de acompanhamento.

"Tínhamos estabelecido suspensão das aulas presenciais nas escolas até o dia 15 de agosto e a avaliação do comitê é de que, neste momento, ocorrerá a prorrogação da suspensão das atividades, até o dia 31 de agosto, para educação básica e ensino superior", afirmou o secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio.

O secretário informou, ainda, que a partir da segunda, será permitida a retomada dos treinos de lutas. Antes, só eram permitidos treinos e jogos de futebol profissional e de esportes individuais. "Os treinos de lutas deverão observar medidas específicas, que deveremos publicar nos próximos dias", afirmou.

De acordo com o secretário de Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, os mototaxistas, autorizados a voltar a trabalhar, deverão cumprir regras específicas para o setor.

"O segmento, formado por milhares de trabalhadores no estado, vai poder funcionar, claro, cumprindo todos os protocolos exigidos pelas autoridades, com higienização dos capacetes e moto. Além disso, os trabalhadores deverão respeitar distanciamento de 1,5 metro a todo tempo, até o momento em que o passageiro sobe na moto", explicou.

O secretário de Saúde, André Longo, afirmou que a decisão do comitê de acompanhamento da pandemia, de impedir o avanço para as próximas fases do Plano de Convivência com a Covid-19, deve ser mantida por, pelo menos, uma semana, para que sejam analisados os números da pandemia.

"Apesar de dados positivos, nas últimas semanas, diante dos avanços em semanas anteriores, resolvemos adotar cautela. Precisamos observar a evolução dos números por mais uma semana. Temos dados de avanço no Sertão e uma situação de mais controle na Região Metropolitana do Recife", afirmou.

No dia 7 de agosto, começaram a valer medidas de isolamento mais rígidas em Araripina e Ouricuri. Essas ações, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, deverão ser finalizadas no domingo (16).

"Essas cidades estavam em quarentena e, a partir da segunda-feira, vão retornar para a quarta etapa do Plano de Convivência com a Covid-19, retomando as atividades do comércio varejista", afirmou.

Convocação de doadores
O secretário de Saúde convocou pessoas que tiveram a Covid-19 e se curaram a doarem sangue para o tratamento de doentes. Isso faz parte de um estudo feito pela Universidade de Pernambuco (UPE) e pela Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope), para tentar ajudar na recuperação dos pacientes.

"Pessoas que tiveram a Covid-19, tiveram sintomas e fizeram o teste para que possam se habilitar para doar o sangue e para que o plasma dessas pessoas possa ser utilizado em pacientes graves. O candidato precisa ser do sexo masculino, ter entre 18 e 69 anos e estar recuperado há, no mínimo, 30 dias", afirmou. O agendamento pode ser feito pelo telefone (81) 3182.4630.

Coronavírus em Pernambuco
Com o registro, nesta quinta-feira (13), de mais 1.467 casos da Covid-19 e 35 óbitos por causa da doença, Pernambuco totaliza 108.842 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 7.084 mortes. Esses números começaram a ser contabilizados em março, no início da pandemia no estado.

Fonte: G1

©‎2020 MultiMidia Info

0 comentários:

Postar um comentário

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

Tecnologia do Blogger.