>

Casal que mantinha filha em gaiola é preso durante operação em Linhares, ES: 'Igual a um bicho'

Criança já havia sido resgatada pelo Conselho Tutelar da região. Contra o casal, havia um mandado de prisão por causa das denúncias de maus-tratos.

Casa em que criança morava com o pai e a madrasta fica no bairro Jocafe, em Linhares, ES — Foto: Eduardo Dias/TV Gazeta Norte

Um casal que prendia uma criança de sete anos em uma gaiola foi preso no bairro Jocafe, em Linhares, no Norte do Espírito Santo, durante uma operação da Polícia Civil, nesta sexta-feira (22). A menina era filha do homem e enteada da mulher. Segundo a polícia, a criança já havia sido resgatada pelo Conselho Tutelar, após denúncias de maus-tratos.

De acordo com o delegado Regional de Linhares, Fabrício Lucindo, o casal prendia a criança na gaiola como uma espécie de punição.

"A menina era ocasionalmente presa na gaiola. Recebia alimentação por um buraco, igual a um bicho. Aliás, pior que um bicho, que às vezes tem gente que cuida muito melhor de animal doméstico", relatou o delegado.

Lucindo explicou que policiais chegaram até o local depois de receberem as denúncias. "Recebemos de vizinhos relatos de que a menina era espancada constantemente. No início da investigação, ficamos enojados com a situação, pela forma como a criança foi criada", disse.

Ainda de acordo com o delegado, a criança foi resgatada pelo Conselho Tutelar. Só depois a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescente pediu pela prisão do casal pelos crimes de cárcere privado e maus tratos.

"Fizemos o possível para resolver rapidamente essa situação, tomamos o cuidado para que a menina fosse resgatada pelo Conselho Tutelar, para ela não se assustasse com a chegada da polícia, e agora esperamos que eles paguem pelo que cometeram", declarou.

A mulher foi encaminhada para o Centro Prisional Feminino de Colatina e o pai para a Penitenciária Regional de Linhares.

Operação
A operação em que o casal foi preso envolveu 126 policiais para cumprir 21 mandados de busca e apreensão, prisão e condução de suspeitos pela prática de homicídio, porte ilegal de arma e tráfico de drogas nos municípios de Linhares e Sooretama.

Ao todo, 30 pessoas foram abordadas, além de dois veículos. Também foi apreendida uma arma de fogo e seis munições.

Em Linhares, foram sete prisões, sendo três em flagrante, por posse ilegal de arma de fogo, com a apreensão de dois revólveres e munição.

Um suspeito foi preso por mandado de prisão por crime de estupro; um homem preso em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de tráfico de entorpecentes; além do casal que prendia a menina em uma gaiola.

Já em Sooretama, as equipes cumpriram dois mandados de prisão, sendo um indivíduo preso por tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico e outro por lesão corporal pela lei Maria de Penha.

Fonte: G1

©‎2020 MultiMidia Info

0 comentários:

Postar um comentário

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

Tecnologia do Blogger.