Brasília

Brasília tem maior alta no preço da gasolina no país em fevereiro, aponta prévia do IBGE

IPCA-15, considerado prévia oficial da inflação, indica aumento de 6,08% no valor do combustível. Preços nos postos da capital já passam de R$ 5,80.

Carro é abastecido em posto de combustíveis no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Brasília deve ter o maior aumento no preço da gasolina em todo o país em fevereiro. É o que aponta o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), considerando a prévia da inflação oficial. A pesquisa foi divulgada nesta quarta-feira (24).

De acordo com o levantamento, o valor do combustível subiu 6,08% na capital, entre 15 de janeiro e 11 de fevereiro de 2021, com relação ao mês anterior. Na média nacional, a alta foi de 3,52%.

Os preços da gasolina têm subido sucessivamente no DF, por conta de reajustes nas refinarias. Em alguns postos, o litro já custa mais de R$ 5,80.

Petrobras sobe preços da gasolina, diesel e gás de cozinha

A prévia da inflação na capital para fevereiro ficou em 0,62%. É a maior taxa para o mês desde 2016. O índice também é maior que o nacional, estipulado em 0,48%.

De acordo com a pesquisa, cinco dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados em Brasília tiveram alta. Os maiores aumentos foram registrados no grupo de transportes (2,44%) e alimentação e bebidas (0,74%).

Também aparecem na lista os artigos de residência, os itens de saúde e cuidados pessoais e as despesas pessoais. No sentido contrário, tiveram queda os setores de habitação, vestuário, educação e comunicação.

IPCA-15
Para calcular o IPCA-15, o IBGE consultou os preços de produtos e serviços entre os dias 15 de janeiro a 11 de fevereiro de 2021. Eles foram comparados com aqueles vigentes entre 12 de dezembro de 2020 e 14 de janeiro de 2021.

O indicador refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

A metodologia utilizada para a prévia da inflação é a mesma do IPCA. A diferença está no período de coleta dos preços e na abrangência geográfica.

Fonte: G1

©‎2021 MultiMidia Info

0 comentários:

Postar um comentário

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

Tecnologia do Blogger.